Melhores bandas Hard Core (brasileiras)

CPM 22 é uma banda brasileira de hardcore melódico formada em 1995 na cidade de Barueri, São Paulo. Seguindo uma vertente do hardcore com forte influência do punk rock, Badauí (vocal), Luciano (guitarra), Fernando (baixo) e Japinha (bateria) já abriram shows de bandas internacionais como Lagwagon, No Fun at All e Down by Law. Seguem os passos de veteranos como Charlie Brown Jr.. Em 2008, ganharam um Grammy Latino de melhor álbum de rock.

Formação, início de carreira e espaço na mídia

A banda existe desde 1995, antes chamada apenas de “CPM”, (Crucificados Podres Haste La Muerte). Já em 1996, lançaram sua primeira demo tape em formato K7 (Como Por Moral). Em 1998, a banda criou uma caixa postal resultando no número 1022. Ao notarem a coincidência com a sigla (CPM), mudaram o nome da banda para Caixa Postal Mil e Vinte e Dois, e intitularam a segunda demo tape com o novo nome. Gravada em agosto de 1998, a demotape do CPM 22 foi produzida por Kuaker e Mingau no estúdio Wah-Wah, em São Paulo.
“Não tínhamos a pretensão de fazer dinheiro com a venda da demo porque queríamos apenas divulgar o som da banda pelos lugares por onde a gente passasse, assim, ela era vendida a apenas R$ 2,00 para cobrir os custos da gravação, fita K7 e encarte”. A cada show eram vendidas cerca de 20 demos, o que contribuiu muito para a banda ganhar algum reconhecimento no underground. Nessa época, disponibilizaram as músicas da demotape na internet no formato mp3, na esperança que seu som chegasse a outros lugares.

A agenda de shows foi crescendo e, conseqüentemente, a cobrança por material novo. Surgiram novas composições, sempre com a marca da banda e o resultado foi o CD independente A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum.

A versão de que CPM significa Caixa Postal Mil e Vinte e Dois foi contrariada pelo guitarrista Wally que saiu da banda por iniciativa própria, na turnê do disco Cidade Cinza. No DVD CPM 22 o Vídeo 1995/2003 Wally afirma que o nome da banda surgiu quando Wally e seu primo brincavam e diziam um para o outro: Crucificados e Podres hastga la Muerte. Onde surgia a sigla CPM, e ainda afirma que o número 22 foi um número qualquer escolhido.

A banda ganhou espaço na mídia com a música “Dias Atrás”, que por esse motivo é a mais famosa e conhecida deles.

Raimundos

Raimundos é uma banda de rock brasileira formada em Brasília em 1987. O nome é derivado de uma de suas maiores influências, a banda Ramones. Sofreram uma baixa de popularidade após seu cantor Rodolfo Abrantes ter deixado a banda após tornar-se protestante. A banda participou da trilha sonora brasileira do filme Missão Impossível 2.

 Primeira fase

O grupo foi formado em Brasília por volta de 1987 com Digão na bateria e Rodolfo Abrantes na guitarra. Os dois eram vizinhos. Digão era muito influenciado por Dead Kennedys. Na época, Raimundos era um cover de Ramones. No entanto, faltava um baixista. Rodolfo decidiu chamar Canisso para tocar com eles e com a entrada deste, a banda foi levada um pouco mais a sério.

A primeira apresentação da banda foi realizada na casa de Gabriel (cantor do Autoramas) durante a virada de ano de 1988, sendo que um dos presentes era Fred, que tornar-se aí então baterista. A parte nordestina do som é reflexo da cultura familiar dos integrantes e das canções do compositor de forró Zenilton. “Minha família é da Paraíba, e eu me lembro que desde os dez anos, eu sempre ia naqueles churrascos com os meus pais. Tocava forró o tempo inteiro, e eu achava aquilo um saco. Só gostava das canções do Zenilton, por causa das letras sacanas, achava aquilo muito fera”, explica Rodolfo numa entrevista da revista Bizz. “O pai do Rodolfo usava um disco do Zenilton para abanar o churrasco“, lembra Canisso. Rodolfo é padrinho de Mike, filho de Canisso.

Esse ritmo manteve-se constante até a separação da banda dois anos após. Canisso iniciou estudo de Direito na UnB e teve filhos, Digão deixou de tocar bateria por problemas auditivos e começou a tocar guitarra. Rodolfo por sua vez passou a cantar na banda Royal Street Flesh, casou-se e mudou-se para o Rio de Janeiro.

 O retorno e o sucesso pelo Brasil

O retorno se deu em 1992 com uma oportunidade em tocar em um bar de Goiânia. Como Digão havia passado para a guitarra a banda começou a procura por um baterista, chegando até a utilizar uma bateria eletrônica. Não obtendo bons resultados, recrutam Fred, que na época já era fã do grupo. No ano seguinte a banda gravou uma fita demonstrativa contendo Nega Jurema, Marujo, Palhas do Coqueiro e Sanidade, iniciando então divulgação pelo país. A banda passou a ser reconhecida pela mídia e por outras bandas, que começaram a convidá-los a tocar no Rio de Janeiro. Chegaram a abrir apresentações de Camisa de Vênus e Ratos de Porão no Circo Voador, além de uma temporada para o Titãs.

Em 1994, lançam seu primeiro disco, intitulado apenas como Raimundos, pelo selo Banguela dos Titãs. O disco teve boa aceitação, vendendo mais de 150 mil cópias. O som pesado, com letras cheias de palavrões e com fortes influências nordestinas, chamou a atenção da mídia e do público, com canções como Puteiro em João Pessoa, Nega Jurema e Marujo. Mas o grande sucesso do álbum foi a balada pornô-erótica Selim, que impulsionou as vendas do disco e tornou a banda conhecida no país inteiro. O álbum foi de extrema importância para o cenário musical brasileiro, devido à originalidade do som (intitulado mais tarde de forró-core) e ao fato de ter proporcionado a “abertura de portas” para o rock dos anos 90, influenciando praticamente todas as bandas que se formariam depois.

Raimundos e Tico Santa Cruz

Recentemente, Tico Santa Cruz, vocalista da banda Detonautas, afirmou que irá assumir os vocais do grupo por um certo período, em 2010. Tico Santa Cruz assume a partir de janeiro os vocais da banda. O atual vocalista, Digão, afirmou que a mudança é temporária e será só durante a turnê que começa em 2010. Digão também afirmou que Tico continua a se apresentar com o Detonautas e os dois estão conciliando as agendas para que ele possa cantar nas duas bandas.

About these ads

3 Respostas to “Melhores bandas Hard Core (brasileiras)”

  1. a banda é chata mais o blog ficou bom

  2. Hiro: WTF?! O.o
    Sola: Raimundos é f*!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: